Antes de adotar um animal…

13 janeiro

Olá amoras. O post de hoje é sobre um assunto que julgo bastante importante e que venho observado que muitas gentes não tem domínio sobre o mesmo: adoção de um animal abandonado.


Eu mais que ninguém apoio totalmente a adoção, acho que não há necessidade de se comprar um “amigo” se você simplesmente pode “resgatá-lo” de “graça”. Tenho em casa (casa dos meus pais) vários cãezinhos que foram resgatados, e acreditem não é só os doces vira-latas que são abandonados.


Antes de você decidir adotar você deve levar em consideração alguns fatores como: espaço, tempo disponível para cuidar do peludo, levar em conta que você vai estar levando pra casa uma vida (não um brinquedo) e que vai ter que se responsabilizar por ela, assim como você, eles tem necessidades.


Um cão vive em média de 12 a 15 anos e adotar esse novo amigo vai mudar por completo a sua vida, tem que se estar disposto a essas mudanças. Você terá que se dedicar a ele, passear, cuidar, educar, alimentar, e tenha certeza, os peludinhos irão retribuir todo esse cuidado com um amor incondicional e uma lealdade incrível.


Escolha (se deixe ser escolhido) seu novo amigo também pelo espaço que tem disponível em casa, quanto menor o espaço, menor deve ser o cãozinho. Se for adotar um filhote tenha consciência que terá que dedicar um maior cuidado, educá-lo e deixar bem claro os limites do permitido. Uma dica pessoal minha é que não se prenda a escolher, deixe o cãozinho (ou gato) o escolha também, não procure somente filhotes, dê um carinho para os adultos, adotar um cão adulto é tudo de bom, e eles saberão ser gratos pelo fato de oferecer a eles um lar. Já adotei muitos cães adultos, e todos com um história triste: meu Belarmino (Bull terrier) tinha dois anos e meio quando o retirei das ruas, estava desnutrido, com câncer, cego e faltava vários dentes, devido aos sinais que tinha no corpinho provavelmente era um cão de rinha, muitas pessoas me passaram (tentaram) medo a respeito de que poderia ser agressivo, que era perigoso e tudo mais, mas nunca vi em minha vida um cão mais carinhoso que ele, infelizmente não viveu muito tempo comigo, o câncer o tirou de mim, mas sei que ele foi feliz em cada momento do meu lado. Recentemente adotei um Pit Bull, a doce e gorda Jujuba, também com câncer (câncer de mama), a sua antiga dona se negou a pagar um tratamento e a levou para uma criatura que se nomeia “veterinário” para sacrificá-la sabendo de todas as suas chances de sobrevivência, lógico que não iria permitir isso, hoje ela está operada e gorda haha, e só pra deixar claro um doce. Cães adultos são ótimos.

(meu Belarmino lindo que me mata de saudade)


Se você decidir que quer ter um amigo de verdade, e está disposto a cuidar do pequeno (ou não tão pequeno) tenha certeza que vai ser a melhor coisa da sua vida, e tenha certeza que jamais irá sentir um amor tão puro na sua vida. Vale a pena ter alguns chinelos devorados, roupas rasgadas e algumas plantas destruídas (Belarmino deixou muitas marcas na casa rsrs), olhar para aqueles olhinhos lindos quando se chega em casa é a melhor recompensa do mundo.


Espero que tenham gostado do post.

Beijinhos.


(todas as fotos foram retiradas do site Pinterest, menos a do meu pequeninho que foi retirada do meu instagram)

Você também pode gostar

18 comentários

  1. Eu tenho um vira-lata adotado!
    Beijos da Cássia :*
    Fique com Deus!
    Instagram: @nosolhos
    www.nosolhosdequemviu.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adoro vira-latas (cães...gatos haha)... Dá um beijinho na sua por mim
      Beijos e fique com Deus tbm

      Excluir
  2. ter um animal é a melhor coisa do mundo, se você ajudar um que precisa de você é melhor ainda!
    eu sou apaixonada pela minha!
    beijos,
    http://ana-dodia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso é verdade... e nem precisa levar pra casa (se não tiver como) pra ajudar, a gente pode ajudar alimentando os que vivem na rua também, já é uma boa ajuda se não se pode fazer mais. Dê um beijinho na sua por mim
      Beijos

      Excluir
  3. Eu não tenho nenhum animal adotado, até porque o #GarfieldGomes tem um ciume doentio de outros animais, uma vez tentei adotar um cachorrinho e ele entrou em depressão, parece até mentira, mas juro, ele ficou horas e horas em estado de choque, encostado numa parede miando sem parar e se cagando e se mijando de tanto medo kk sendo que ele não tem habito de fazer 'as necessidades' fora da caixa de areia kk Dai tive que passar adiante o cachorrinho, mas foi até bom isso, pois dei para uma vizinha que tinha um patio maior e mais tempo para se dedicar a ele. Adorei o post, ficou ótimo!
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei como que é. É complicado mesmo. Aqui em casa (casa dos meus pais) têm espaço e muito espaço, temos 9 cães, mas não posso ter mais também pelo fato dos maiores não aceitarem. Já dá uma briga terrível se deixar todo mundo junto, tem duas (vira-lata e uma poodle+cocker) que temos que deixar presar no canil a noite, pra poder soltar duas maiores, se ficarem juntas a pit (que fica no canil durante o dia) bate nelas =( ... ter cachorro é tudo de bom, mas exige um trabalhinho, ainda mais quando são resgatados e cresceram sem conhecer os outros. Beijo no seu gatinho por mim e beijos pra vc tbm

      Excluir
  4. Que lindo o seu, é um Bull Terrier? Quero tanto adotar um bichinho!

    http://senhoritapriscila.blogspot.com
    O blog está realizando um sorteio - Make Fenzza, clique pra participar!
    @priscilafrr,
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele era lindo mesmo, morro de saudade dele até hoje. O melhor era que ele achava que era um pincher e queria ficar no colo haha. Se puder adote, vai ser a melhor coisa da sua vida.

      Beijos

      Excluir
  5. Muito bacana ver um blog fazendo um post desses. Vejo muita blogueira falando da atitude bacana que é, sem dúvida, adotar um animal, mas são poucas as que salientam o "depois". Não é só adotar e pronto, o mundo vai ficar cor-de-rosa. Como você mesma disse, é uma vida, não um brinquedo. Talvez, se as pessoas tivessem mais consciência disso, vários animais deixariam de ser abandonados. Enfim, parabéns pelo post!

    bjs

    http://starshipsandqueens.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio. Fiquei feliz por ter gostado. Realmente se as pessoas tivessem mais consciência, não haveria tantos animais na rua. Compram filhotinhos e depois por não conseguirem "aguentar" o depois os jogam nas ruas, e assim vai...Me dói essas situações. Beijos

      Excluir
  6. é verdade... não é só adotar, tem que cuidar, dar carinho, amor!
    adorei o seu port e a sua atitude de postar o que realmente é necessário!
    seguindo o blog, se puder me segue tbm!
    beijos,
    www.pontinhomv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada e fico feliz por ter gostado. Já estou seguindo também.
      Beijos

      Excluir
  7. Ce falou tudo ! ah , vi uma propaganda que me comoveu , era um pai dando pra filha um cachorrinho caro e bonitinho e do lado dessa cena um cachorro de rua com fome .. Mudei meu pensamento depois disso !
    http://blog-garotaapimentada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que mudou seu pensamento...Beijinhos linda

      Excluir
  8. Ótimo post, também acho que amor a gente não compra!
    Tenho 3 cães (que é o que cabe na minha casa se não eu tinha mais hahaha), e todos são resgatados da rua, tenho 3 gatos também, e dois foram resgatados, uma feminha foi da ultima cria da minha Lindinha.
    Amo animais, se eu pudesse tinha vários!
    Beijocas
    Elaine.
    http://www.brilhodeglitter.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou... Muito legal sua atitude de adotar, também se tivesse como tirava todos da rua haha. Beijinhos em cada um dos seus e beijinhos pra vc tbm

      Excluir
  9. Sou super favor de adoção, mas não tenho animais de estimação. Justamente por não ter o que vocÊ falou como espaço, tempo. Afinal, não devemos apenas ter, mas cuidar e dá o melhor lugar a eles.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. Já que não pode leva-los pra casa, tenta alimentar os que puder e que vivem na rua, eles agradecem. Beijos linda

      Excluir

Tecnologia do Blogger.

Flickr

IMG_20151001_062835108_HDR

Já curtiu?